AMBIENTE DE TRABALHO

A DESPEDIDA DE UMA PROFISSIONAL

Por José Anatalício do Nascimento

 

As pessoas usam seus conhecimentos e habilidades profissionais de diversas maneiras e para diversos fins.

Uns usam unicamente para benefício próprio, outros para prejuízo de alguém ou de muitos, mas felizmente existem pessoas que se doam. E na sua profissão vai além de cumprir horário, atingir metas, não se contenta em fazer somente o básico. Busca algo mais em favor dos outros.

Existem profissionais que amam o que fazem, fazem da melhor maneira possível, fazem com amor. Para estas pessoas, o status, o poder, a fama e o retorno financeiro não é um fim em si mesmo. É lógico que tudo isto pode vir como consequência e reconhecimento de um trabalho árduo, responsável e eficiente.

Estas pessoas, assim como a Dra. Fátima, fazem de suas profissões uma missão.

Missão esta de atender bem, fazer o melhor possível, cuidar dos seus pacientes com carinho.

Para ela, um paciente que vai ao Centro Clínico Evangélico, não é simplesmente um usuário carente do SUS, é uma pessoa que precisa ser ouvida e bem tratada.

Sempre usa o “jeitinho brasileiro do bem” para evitar que o paciente volte sem o atendimento, não estipula quantidade fixa para atender no dia, não usa a barreira de só atender quem é da sua área, apesar de ter este direito pelas regras do PSF. Era difícil para Dra. Fátima dizer: Não posso fazer;  Mas dizer: eu posso fazer;  aguarde só um pouquinho, são palavras que fluíam naturalmente.

De onde vem tanta força, disposição e comprometimento com o seu trabalho? Só pode ser da maior fonte de energia do universo: Deus, o criador de tudo.

Aliás, até esta disposição ela repartia com todos. Logo pela manhã, antes começar o labor diário, reservava alguns momentos de reflexão com a Palavra de Deus, cujo objetivo era que todos ali presentes pudessem sentir que eram pessoas especiais amadas por Deus, e nas suas orações, como todo o cristão comprometido verdadeiramente com o Reino de Deus, orava e pedia orações pelas autoridades constituídas, pelas famílias, pelos funcionários e pelos usuários. O dia começava bem melhor para todos.

Depois de quatorze anos de trabalho dedicado no Centro Clínico Evangélico Edgard Burlamaqui, a Dra. Fátima, deixa involuntariamente uma lacuna no atendimento odontológico público de Mossoró.

Para  esta profissional que nos deixa para cumprir outra missão maior, que é ajudar o Pr. Martim Alves da Silva a enfrentar o maior desafio de sua vida, o de liderar a Igreja Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte, só podemos desejar que as  promessas da companhia e proteção divina exarada nas Escrituras, especificamente no livro do Profeta Isaías 41.10 e 43.2, sejam uma constante diária: Dra Fátima, vá em frente porque o Senhor teu Deus é contigo  por onde quer que andares.

Os servidores do Centro Clínico Evangélico Edgard Burlamaqui, reconhecendo a dedicação com que a Dra. Fátima trabalhava nesta unidade de saúde, fizeram esta congratulação por ocasião de sua despedida.